Translate this page:

Processamento de plug-ins VST no Cubase

Smart VST plug-in processing: gerenciamento inteligente de plug-ins VST3 no Cubase

O processamento inteligente de plug-ins permite que os plug-ins de efeito VST3, como Waves, FabFilter, entre outros, gerenciem o uso de CPU de forma inteligente, requisitando o uso do processador apenas quando detectam sinais de áudio na entrada.



“Vídeo oficial que fizemos para a Steinberg em 2012, demonstrando as vantagens de ativar o recurso de processamento inteligente de plug-ins do Cubase”

Com essa preferência ativada, plug-ins que utilizam a tecnologia VST3 poderão ser usados com o máximo de potencial de sua máquina, mas você ainda precisa tomar cuidado com momentos em que há muitas pistas tocando simultaneamente, pois o uso de CPU varia de acordo com a quantidade de sinais sendo processados dentro dos plug-ins do projeto.

A opção de utilizar ou não este recurso fica a cargo do usuário, mas temos ótimas experiências na 2600Hz com o Smart VST Plugin Processing ativado, recomendamos para todos experimentarem com essa tecnologia. Um bom pacote para testar isso é o pacote da Waves, todos os plug-ins VST3 deles aceitam o smart processing.

Dúvidas sobre processamento de plug-ins em DAW’s? Envie seu comentário abaixo ou mande um contato direto com a 2600Hz, teremos prazer em ajudá-lo a encontrar as melhores respostas sobre áudio e produção musical!

Depois dessa, já saíram outras versões do Cubase, cada uma com mais melhorias de workflow e técnicas de produção mais modernas. Confira nossos vídeos mais atuais ou entre no Produtores Brasil | 2600Hz @ Facebook

Deixe seu comentário
 
[formidable id=31]
Interessados em cursos